Medicina Fetal

medicina fetal é a especialidade que acompanha a saúde do bebê, do início da gravidez até o parto.

Nessa especialidade, a realização de exames ultrassonográficos e até mesmo de alguns procedimentos invasivos (quando necessário), possibilitam um adequado aconselhamento gestacional e genético.

medicina fetal possibilita detectar alterações precoces durante a embriogênese (formação do embrião no início da gravidez) permitindo acompanhar se o crescimento e o desenvolvimento do bebê estão adequados da sua formação até o parto, e o risco de prematuridade pode ser avaliado através da medida ultrassonográfica do colo uterino.

Repercussões fetais de muitas doenças podem ser monitoradas de perto, sendo essenciais para a orientação da gestante e definição de condutas durante o pré natal.

Além disso, avaliações no modo tridimensional (3D) e em tempo real, (4D), também são procedimentos realizadas na medicina fetal, permitindo detalhes fetais (por exemplo, as feições do rostinho do bebê) e o entendimento deles por quem não é especialista.

Através de técnicas específicas, é possível fazer uma avaliação de risco para o desenvolvimento de determinadas doenças maternas gestacionais como o diabetes gestacional, a pré-eclâmpsia e várias outras, tornando possível a prevenção e detecção precoce na maioria dos casos.

A avaliação e o seguimento detalhados do binômio mãe-feto é muito importante, tanto em gestações de alto, quanto de baixo risco.